A Moët Hennessy apresentou seus compromissos com a sustentabilidade para a indústria vinícola na primeira edição de Paris da feira Vinexpo. A divisão LVMH Wines & Spirits apresentou iniciativas em andamento por muitos anos em apoio à viticultura mais sustentável e anunciou futuras metas ambientais. A Ruinart aproveitou o evento para revelar sua nova embalagem ecologicamente disruptiva.

Moët Hennessy acredita que reunir as partes interessadas é a maneira mais eficaz de o setor vinícola enfrentar os desafios das mudanças climáticas. Para promover o intercâmbio, foi realizado um fórum na feira Vinexpo, criada em 1981 e realizada pela primeira vez em Paris, entre os dias 10 e 12 de fevereiro. Este evento de alto nível para a Moët Hennessy, a divisão de Vinhos e Bebidas Espirituosas da LVMH, proporcionou uma oportunidade de destacar a visão compartilhada de suas Maisons em torno da sustentabilidade. embalagem garde. Com design ecológico e 100% reciclável, o estojo não utiliza plástico e é elegantemente moldado aos contornos da garrafa de champanhe. Fruto de dois anos de pesquisa e desenvolvimento, essa “segunda pele” é feita de fibras naturais de madeira e é nove vezes mais leve que as embalagens anteriores. Refletindo o forte compromisso ambiental da Ruinart, o novo estojo será lançado progressivamente na Europa a partir do quarto trimestre de 2020. A embalagem ecológica é emblemática do espírito inovador que impulsiona todas as Moët Hennessy Maisons.

“Com este segundo estojo , A Maison Ruinart confirma seu papel pioneiro no champanhe e seus ambiciosos compromissos com a responsabilidade social e ambiental. Esse projeto disruptivo incorpora o firme compromisso da Maison com o desenvolvimento mais sustentável de suas embalagens em todas as etapas do desenvolvimento e comercialização de nossos produtos, desde cuidar das vinhas até a experiência do consumidor “, disse Frédéric Dufour, presidente da Maison Ruinart.

Source link

PUBLICIDADE INTERNACIONAL

Advertisement

error: Content is protected !! Luxo Magazine . com